29 de jun de 2011

Convicções

"As vivências terríveis fazem-nos pensar se o seu protagonista não é, ele próprio, algo de terrível." Friedrich Nietzsche





"As convicções são inimigas mais perigosas da verdade do que as mentiras" Friedrich Nietzsche

"Aquilo que você não viu é o que me parou, me paralisou..." A vida é feita de surpresas, poucas vezes temos controle amplo sobre uma situação. Mas porque então todos nós, em algum momento da vida, chegamos ao ponto pretensioso de criticar atitudes alheias de forma incompreensível(com isso quero dizer, pré-conceituosa e ignorante)? É engraçado(de forma positiva) pensar na existência de tantas vidas diferentes, experiências tão individuais e nos pensamentos tão clichês, é instigante o fato de que, para cada ser humano, exitem sentidos e VALORES distintos. E é ainda mais engraçado(agora de forma negativa!) querer criticar com os mesmos pensamentos clichês, e com frases prontas, as palavras e ações do vizinho, sem procurar compreender determinado contexto. Nietzsche, apesar de uma visão quase bipolar em relação ao Mundo, defende a liberdade, a liberdade de cada um agir conforme seu 'EU'... As convicções são uma barreira para a maturidade intelectual, social, emocional, etc. A partir do momento que avaliamos as verdades do mundo é que buscamos em nosso íntimo as metáforas, metonímias, antagonismos, e fazemos as avaliações que resultam em NOSSAS verdades. A vida em si não tem sentido, o valor do universo está em nossas mentes e atitudes.

Um comentário: